Codorna Chinesa Pintadinha

Codorna Chinesa

Origem:

Sudeste asiático e Austrália.

A codorna chinesa é uma espécie que tem sido muito encontrada no mercado atualmente. Trata-se de uma ave dócil e fácil de criar, e de tamanho pequeno, medindo aproximadamente de 11 a 13 centímetros.

Diferença entre Sexos da Codorna Chinesa:

A diferença entre os dois sexos pode ser observada num rápido olhar à cor original desta espécie de aves. O macho tem marcas distintas pretas e brancas no pescoço.

Ambiente:

A codorna chinesa podem ser criadas tanto em áreas abertas quanto em viveiros. Essa espécie costuma gostar de muito espaço para se movimentar livremente, portanto, separe um espaço equipado com bebedouros e comedouros e que permita também essa movimentação. Mas, cuidado com o tamanho do bebedouro que implantará em seu viveiro, por se tratar de ave pequena a chance de afogamento é bem grande.

A codorna chinesa anda livremente pelo viveiro e tende a agredir outras espécies de aves. Dado que os machos da espécie são muito viris, é recomendável adquirir, não uma, mas várias fêmeas para sua companhia. Particularmente em espaços reduzidos, o macho tem tendência para, com muita freqüência, perseguir incessantemente as fêmeas. Dado que os machos são muito zelosos na demarcação do território durante a época de gestação, defendendo o espaço à volta do ninho e das crias, é aconselhável não manter estas aves em convívio com outras que não se descartam das suas obrigações paternais, mas manifestam um comportamento agressivo em relação à fêmea ou à cria. É aconselhável isolar estes machos. No entanto, este comportamento é freqüentemente provocado por um excesso de população.

A codorna chinesa são aves que vivem harmoniosamente com os pássaros ornamentais. Apesar de não requerem muitos cuidados alimentares, é aconselhável ter sempre algumas plantas na gaiola, que podem servir de abrigo.

A codorna chinesa são pássaros fortes. Não são muito exigentes no que diz respeito à temperatura ambiente. No entanto, devem Ter acesso a um abrigo noturno sem correntes de ar, sem umidade e que proteja da geada, bem como a um recanto com plantas, coberto, onde possam abrigar-se durante o Outono frio e os meses de Inverno.

Alimentação:

Muitos criadores de viveiro não alimentam a codorna chinesa separadamente. Em princípio, elas comem tudo o que as outras aves do viveiro desperdiçam. Uma alimentação base apropriada consiste numa mistura de sementes para aves tropicais de pequeno porte e sementes para canários.

Além disso, também apreciam pequenos pedaços de verdura e, é claro, conchas e areia, de onde retiram o cálcio que as ajuda a digerir os alimentos. Durante a época de criação, necessitam de alimentos com grandes porcentagens de proteína.

A codorna chinesa são aves de solo, gregárias e ativas, que estão constantemente a ciscar o chão do viveiro em busca de alimentos. Aprecia um bom banho de areia para limpar a plumagem. Uma pequena caixa com areia fina e limpa é muito útil, para este fim. Certifique-se da sua remoção após o banho, para que não seja contaminada pelos excrementos.

Criação:

codorna chinesa são muito recomendadas para principiantes e ficam muito mansa.

codorna chinesa são fáceis de criar. A fêmeas põe os ovos num pequeno buraco ao fundo do viveiro, preferencialmente num local abrigado sob um arbusto. Pode contar com oito ou dez ovos ou mais. O período de incubação é de 16 a 18 dias. Quando as crias saem dos ovos são precoces e conseguem, quase de imediato caminhar com a mãe; sendo capazes de bicar alimentos do chão. Necessitam igualmente de água, no entanto, uma vez que podem facilmente morrer afogadas dentro de um bebedouro de tamanho normal, é recomendável colocar no chão do viveiro um prato com água a um nível muito raso. Esta água deve ser mudada várias vezes por dia. O macho permanece com a fêmea e as crias ao longo da época da gestação, para afugentar quaisquer intrusos que se aproximem demasiado. Quando as crias atingem cerca de quatro semanas de idade estão aptas a cuidar completamente de si próprias, no entanto, é recomendável esperar mais quatro semanas, antes de as separar dos pais

Embora um casal de criação possa Ter duas ou três posturas por ano e criar as suas crias, a fêmea não choca os ovos. Limita-se a largar os ovos por toda parte e esquece-os. Por vezes não precisa de fazer mais do que reunir estes ovos, colocando-os numa cova sob um arbusto. Se tal não surtir efeito, os ovos devem ser colocados numa incubadora. As crias podem ser alimentadas com alimentos finos, tais como insetos, sementes tropicais e alimentos à base de ovos e ração própria para codornas.

Durante as duas primeira semanas, as crias podem ser aquecidas com uma lâmpada própria de aquecimento ou campânula elétrica. Para permitir que as crias se habituem à temperatura ambiente normal, pode ir subindo gradualmente a fonte de calor.

Como montar seu criatório de codornas chinesas

1º Passo: A primeira providência a ser tomada é procurar fornecedores confiáveis para a compra das codornas chinesas.

2º Passo: Monte seu criatório com bastante espaço para as aves se movimentarem, com bebedouros de tamanho pequeno, comedouros e telas de proteção bem apertadas, para que as codornas filhotes não fujam. O teto do viveiro deve ser coberto.

3º Passo: A troca da água dos bebedouros deve ser feita diariamente.

4º Passo: Alimente a codorna filhote com bastante proteína. Às aves mais velhas, dê sementes, verduras e frutas. Deixe a comida exposta constantemente.

 

Gostou ?

Acesse e dê um CURTIR em Nossa Fanpage: https://www.facebook.com/ranchodasaves ou deixe sua SUGESTÃO na caixa de comentários abaixo.